Rádio Transglobe Modelo B-481

Rádio Transglobe Modelo B-481

No final de 1973 surge o conhecido B-481. Este é o mais conhecido Transglobe de todos os tempos, também sendo o que ficou mais tempo em produção ( aproximadamente dez anos ). Teve duas versões básicas e uma intermediária para ser comercializada a preços mais populares, que foi chamada de B-482.

O Transglobe B-481 tem um aspecto bem diferente da série B-471, sendo o uso da escala cilíndrica a única lembrança do modelo anterior. Seu gabinete é feito de plástico preto, sendo que as laterais são feitas de aço cromado. Junto às laterais existe um acabamento também feito de plástico, sendo que na lateral direita ficam os controles de sintonia e chave de ondas. Tanto o botão de mudança da chave de ondas como o de sintonia são de plástico banhado com cromo e ficam acoplados um ao outro, como nas versões anteriores.

Na parte superior do gabinete está a alça, feita de aço cromado com um acabamento de madeira. Esta alça pode ser recolhida de forma que fique embutida e alinhada ao topo do gabinete. Toda a parte superior é recoberta com uma folha de metal aluminizado, conferindo um belo visual ao gabinete. Não há nenhum comando na parte superior do B-481 e a antena de ferrite que nos modelos B-470 e em toda a série B-471 ficava no interior da alça, agora fica fixada ao circuito do rádio, no interior do gabinete.

No B-481 é a parte frontal que abriga a maioria dos comandos. Na parte frontal superior há um painel preto, feito de acrílico.

Na margem superior há um pequeno friso cromado, que faz a junção do painel com a parte superior do gabinete. Da esquerda para a direita, ocupando cerca de dois terços do painel está a lente da escala, que, no B-481, passa a ser na parte da frente do rádio. Ocupando um terço restante estão impressas, pelo lado de dentro do painel as marcas ” PHILCO “, acompanhada do logotipo da Ford (que na época controlava a Philco ), “SOLID STATE”, “AM-FM” e “9 BAND”, sendo que em alguns modelos não há a inscrição “AM-FM”. Abaixo da lente da escala há uma escala logarítmica. A escala cilíndrica neste modelo, é toda preta, sendo a grafia feita em branco. Nesta escala são exibidas ao lado dos algarismos indicações sobre o uso e o melhor horário de propagação de cada faixa.

Ao lado direito da escala existe uma lâmpada piloto, mais precisamente um LED vermelho, que fica aceso o tempo todo em que o rádio está ligado. O painel é montado em ângulo, sendo que a parte onde fica a escala é recuada em relação ao restante da frente cerca de 2 cm. É justamente no espaço deste recuo que estão instalados os controles do rádio, dispostos na horizontal quase plana, com uma pequena inclinação para a frente. Da esquerda para a direita estão dispostos o controle de volume, que é deslizante, utilizando um pequeno botão quadrado e cromado, uma tecla retangular também cromada que, ao ser pressionada acende a lâmpada da escala,
o controle de tonalidade, também deslizante e usando o mesmo tipo de botão usado no volume e as chaves do controle automático de frequência, da seleção entre o uso de pilhas ou rede elétrica e a chave liga-desliga. As três chaves também são cromadas. As indicações dos controles também são impressas pelo lado interno do painel de acrílico. Todas as indicações de funções no B-481 estão escritas na língua inglesa.

Na margem inferior, logo abaixo dos controles há um outro friso cromado, onde então começa a grade. A grade do B-481 é de plástico, integrada ao gabinete, pintada de marrom. Existem versões, que são consideradas raras, onde a grade não leva pintura, sendo preta, na cor do plástico do gabinete. Na parte superior direita da grade encontra-se um logotipo metálico com a marca “TRANSGLOBE” e na parte inferior está fixado o terceiro friso cromado.

A tampa traseira do B-481 é parafusada no gabinete, não sendo necessária a sua abertura. Na parte inferior da tampa há uma outra tampa removível que dá acesso a caixa de pilhas e à fonte de alimentação, que neste modelo é item de série. Também não é necessário retirar as pilhas para usar a fonte e vice-versa. Elas ocupam lugares diferentes na parte traseira. Ao lado da fonte há um espaço onde pode ser recolhido o cabo de força e a fonte de alimentação (Liga Luz modelo LL 102) pode ser removida , desconectando-se o cabo da saída da fonte e desencaixando-a do gabinete. Não há manual de instruções fixado à tampa traseira do rádio. O manual é fornecido separadamente.

Ao lado esquerdo da tampa traseira estão as tomadas para ligação de antenas externas, sendo uma para a faixa de Ondas Médias, uma para Ondas Curtas e uma para Freqüência Modulada e mais uma tomada para ligação de fio terra. A antena telescópica fica também instalada na tampa traseira, sendo menor que a utilizada no modelo anterior, com oito segmentos e medindo 1,12 metros. Esta antena possui um sistema que permite ajustá-la para qualquer direção, sendo que no seu eixo de ajuste há um sistema de trava para para que ela permaneça na posição. À medida que a antena é dobrada, a trava interrompe seu curso por duas vezes, antes que a antena fique na posição totalmente horizontal.

O circuito interno do Transglobe B-481 é construído em uma única placa de circuito impresso fixada à um chassis de acrílico.

São 15 transistores trabalhando em conjunto com 42 bobinas. A etapa de radio freqüência conta com três seções: antena, pré-seletora e osciladora. A montagem desta placa é feita de forma à facilitar a manutenção, pois a mesma pode ser retirada do gabinete desconectando um “chicote” de fios, sem a necessidade de usar o ferro de solda.

ssim como nos modelos anteriores, um alto-falante de 6 polegadas é utilizado na poderosa etapa de áudio do B-481.

A cobertura de faixas do Transglobe B-481 é a maior entre todos os modelos da linha. São elas: FM de 88 à 108 MHz, Ondas Médias de 530 à 1620 kHz, uma banda corrida de Ondas Tropicais (SW1) de 2 à 4,5 MHz (120, 90 e 75 metros), Uma banda corrida de Ondas Curtas ( SW2 ) de 4,3 à 9 MHz ( 60, 49 e 41 metros ) e as faixas ampliadas de 9,2 à 9,95 MHz ( 31 metros ), 11,3 à 12,2 MHz ( 25 metros), 14,5 à 15,8 MHz ( 19 metros ), 17 à 18,2 MHz ( 16 metros ) e 20,7 à 22,1 MHz ( 13 metros ), totalizando nove faixas de onda.
Esta versão foi fabricada até 1976.

Copyright © 2011 Michel Viani. Todos os direitos reservados. São Paulo – Brasil
. Toda eventual reprodução aqui publicada terá a fonte indicada.
. As opiniões do autor são independentes das eventuais citações ou logomarcas exibidas.
. Logomarcas aqui apresentadas são de propriedade de seus respectivos proprietários.

Anúncios